Uma Pétala
para Três

Uma celebração intensa de conexão e união que, ao fim, acaba por fragmentar todas as coisas.

Uma Pétala para Três, 2018 é uma instalação cinética de dimensões arquitetônicas que celebra a beleza e a complexidade de se estabelecer múltiplas conexões pessoais simultaneamente.

Cerca de uma centena de espelhos suspensos dão corpo a uma criatura de 12 metros de largura e comprimento que se move organicamente criando abaixo dela um espaço límbico de conexão e interação.

Quando 3 pessoas se conectam fisicamente abaixo de uma das 3 pontas da criatura ,um conjunto de sensores sente essa presença e, por meio de um sistema invisível de motores, cabos e roldanas, a criatura performa um movimento de aproximação coreografado para participar e celebrar essa conexão.

Uma Pétala para Três reflete sobre um mundo em que a quantidade de conexões que alguém pode fazer durante a vida só aumenta, o que consequentemente aumenta também a complexidade das relações. Os fragmentos da imagem de cada um estão constantemente em movimento se misturando com os fragmentos da identidade dos outros em uma coreografia exponencialmente dinâmica.


Artista:
Edson Pavoni

em colaboração com:
Lina Lopes e Muti Randolph

Produção por Spaces&Creatures:
Gui Bullejos, Diego Spinola, Gabriela Veiga, Junior de Gois, Lucas Falcão Artacho, Rafael Neponuceno, Pedro Setubal, Pedro Febrônio, Mari Nagem, Mariana Lacerda e Jonathan Querubina

Cenografia por Casa Caucaia:
Eduardo Marcondes, Sarah Beglionini e Carolina Brandão

Agência Hands:
Marcelo Lenhard, Fernanda Tchernobilsky, Rafael Najm, André Patrício, Fernanda Peltier e Thays Barbosa

Espaço de prototipação:
Lilo.Zone

Fotografia e vídeo:
Rafael Sócrates

Commissionado por Youtube